leite sem lactose: luxo ou necessidade?
A ausência de uma enzima leva à intolerância à lactose

 ano 7  -  n.14  -   jul./dez. 2009 

por Daniel Perdigão

Daniel Perdigão
Embalagem de leite integral: nem todos podem beber

Algumas pessoas não conseguem beber leite. Quando bebem, têm dores no abdômen, inchaços e diarreias. Hoje, no entanto, muitas delas podem beber leite especial, com teor reduzido de lactose, sem se preocupar com o aparecimento destes sintomas indesejáveis.

Mas, afinal, o que é lactose? A lactose é um tipo de açúcar encontrado no leite. Os açúcares são formados por unidades chamadas sacarídios. A lactose é formada por duas dessas unidades, sendo, portanto, um dissacarídio.

Nosso organismo, para conseguir aproveitar a energia química da lactose, precisa, antes de tudo, quebrar a ligação entre os seus dois sacarídios. Esta ligação, em Química, é chamada ligação glicosídica. No entanto, algumas pessoas não têm a "ferramenta" necessária para quebrar a ligação glicosídica. Essa ferramenta é uma enzima (ver quadro) chamada lactase, presente no intestino.
 

O que são enzimas?

Enzimas são substâncias químicas bastante complexas, pertencentes à família das proteínas. As enzimas são produzidas pelos seres vivos, sendo capazes de realizar reações químicas bastante complexas e específicas nestes seres.


A lactose, por ser um dissacarídio, não é capaz de entrar na corrente sanguínea. Apenas os sacarídios isolados podem fazer isto, ou seja, apenas depois da quebra a lactose é capaz de sair do intestino. Quando a lactose não é quebrada pela lactase, ela é obrigada a continuar no intestino, e isto leva aos sintomas de que já falamos.

As pessoas são intolerantes à lactose justamente por não produzirem mais a enzima lactase, que produziam quando bebês. Esta intolerância é muito mais comum em pessoas que vêm de países com baixa produção de laticínios e outros derivados de leite. Por exemplo, entre os dinamarqueses, apenas 3% são intolerantes à lactose, enquanto entre os tailandeses, 97% não podem beber leite comum. Portanto, o leite doado às vítimas do maremoto de 2004 provavelmente não foi consumido. Não por luxo, mas por impossibilidade...
 

Os sacarídios dos nossos açúcares

A sacarose, que é o açúcar comum, também é um dissacarídio, assim como a lactose. A sacarose é composta pelos sacarídios glicose e frutose, enquanto a lactose é composta pelos sacarídios glicose e galactose. A galactose é transformada em glicose antes de poder ser aproveitada pelo organismo. Algumas pessoas, no entanto, não têm a enzima que faz esse trabalho, o que provoca o acúmulo de galactose na corrente sanguínea. Este acúmulo pode levar a um retardo mental ou até mesmo à morte.


Cultura Secular

Revista de divulgação científica e cultural do Secular Educacional.

Comissão editorial
Daniel Perdigão Nass
Michelle Zampieri Ipolito

Jornalista responsável
Daniel Perdigão Nass (MTb/SP 37654)

Imprenta
Gurupi, TO, Brasil

ISSN 2446-4759